João José de Cupertino Medeiros ( Período: 1964 - 1967 )

Natural de Eldorado Paulista, São Paulo, em 18 de setembro de 1897. Filho de Capitão José Pedro da Silva Medeiros (Fiscal do Consumo) e Dona Júlia Carneiro da Silva Medeiros. Casou-se em 18.09.1919, com D. Eponina Orige Medeiros e teve os seguintes filhos: Maria de Lourdes, Maria Júlia (casada com o Engº Celso Ramos Filho), Cecília, Luiz Gonzaga e Paulo João (casado com Luiza Pitta Lima Medeiros). Fez o curso primário, bem como o secundário e o de Escritura Mercantil, na cidade de Capivari, estado de São Paulo. Formou-se em Odontologia pela Escola Politécnica de Santa Catarina em Florianópolis. Em 25.02.1916 foi nomeado para o cargo de Escravidão de Coletorias em Tubarão – SC; Em 08.01.19 foi nomeado para o Banco do Brasil, por concurso; Em 1933 foi colocado a disposição do Governo do Estado de SC, quando a convite do então Secretário da Fazenda, Dr. Cândido Ramos, organizou a contabilidade do Tesouro do Estado; Foi criador da Escola de Comércio de Santa Catarina e seu primeiro professor da cadeira de Contabilidade; Com a criação do Montepio dos Funcionários de SC, foi encarregado de sua organização; Em 31.01.1934 foi designado para organizar a Contadoria Geral do Estado de SC; Em 1936 voltou ao Banco do Brasil indo trabalhar como Gerente da Agencia Maceió – Alagoas; Em 1937 foi nomeado Gerente da Agencia do Banco do Brasil, em Blumenau; Em 1941, foi nomeado Contador da Agencia do Banco do Brasil em Florianópolis, tendo sido também seu Gerente durante muitos anos; Em 1957 foi nomeado para o cargo de Inspetor da SUMOC (hoje Banco Central); Em 1960, com 36 anos de serviço, aposentado do Banco do Brasil; Em 1960 e 1961, foi encarregado do fechamento legal do Banco do Sul do Brasil e Banco do Distrito Federal; Em 1961 foi convidado pelo Governador Celso Ramos, para organizar o recém fundado Banco de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina – BESC, tendo trabalhado nesta missão 4 meses; Em 15.01.1962 foi nomeado Diretor do Banco de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina – BESC. Esteve no cargo até 19.01.1964; Em 20.11.1964, foi nomeado Secretário de Estado dos Negócios da Fazenda, onde permaneceu até 02.05.1967, tendo servido aos Governos Celso Ramos e Ivo Silveira; Em 03.06.1967 foi nomeado Presidente do Banco de Estado de Santa Catarina – BESC, cargo que ocupou até 03.05.1971; Como secretário da Fazenda, fez parte do Conselho do PLAMEG – Plano de Metas do Governo; Fez parte do Grupo de Trabalho que organizou o Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul e CODESUL; Trabalhou na Organização do BANCO DE BRASILIA. Faleceu, em Florianópolis, aos 16.11.1979, deixando 5 filhos e 7 netos.

Prezado usuário!

Estamos em processo de reformulação do nosso portal web e gostaríamos de sua opinião sobre os conteúdos disponibilizados atualmente aqui. Baseado em seus relatos, projetaremos o conteúdo que apresentaremos em nosso novo portal de forma mais eficaz. Agradeceríamos se você disponibilizasse um pouco do seu tempo para responder nossa pesquisa. Não coletamos dados pessoais, somente informações sobre sua experiência quando visita nosso portal.

Clique no botão abaixo para iniciar a pesquisa.

Prezado usuário!

Detectamos que você iniciou o preenchimento de suas respostas no questionário, porém elas ainda não foram enviadas. Clique no botão abaixo para continuar a pesquisa.

Ilustração com passos de um lista de etapas incompleta
Pesquisa enviada com sucesso!

Agradecemos encarecidamente por contribuir para tornar o portal web da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina o local de referência para auxiliá-lo na resolução de suas dúvidas.

Ilustração com pessoas comemorando

Agora que você respondeu o questionário você já está pronto para enviar suas respostas.

Ilustração com pessoas comemorando

Erro de transmissão!
Tente novamente mais tarde

Ýcone de chat Feedback