11/04/2019


Empresários da cerâmica vermelha participam de reunião sobre política industrial



Mais um segmento da cadeia produtiva catarinense foi atendido nesta quinta-feira (11), pelo secretário de Estado da Fazenda (SEF), Paulo Eli. O Sindicato da Indústria da Cerâmica Vermelha (Sindicer) e empresários do setor participaram de reunião para debater a nova política industrial de Santa Catarina, que tem o objetivo de simplificar a legislação tributária, trazendo mais competitividade para a economia.

Segundo o presidente do Sindicer, Sandro Tavares Santos, com a recessão algumas empresas de cerâmica vermelha acabaram fechando, mas o mercado tem resistido. “Nosso setor está passando por grande dificuldade desde 2008. Tínhamos 900 empresas no Estado e, hoje, são cerca de 400 que geram seis mil empregos diretos”, explanou.

O secretário da SEF explicou que a nova política está sendo elaborada para valorizar a indústria catarinense. “Estamos montando uma matriz, transparente e simplificada, respeitando as especificidades de cada segmento. Trata-se de um trabalho em conjunto entre o poder público e o setor produtivo”, salientou o secretário da SEF.