15/03/2019


Governo do Estado e Fiesc constroem nova política industrial de Santa Catarina



Nesta sexta-feira, 15, foi realizada a primeira reunião entre Governo do Estado e a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) para elaboração de um novo modelo para a política industrial catarinense. O objetivo é reduzir custos de produção e melhorar a competitividade da economia catarinense. “Teremos encontros com os setores da cadeia produtiva para discutir uma política que atenda os interesses coletivos. Estamos criando um projeto para valorizar o produtor, melhorando a renda das famílias que vivem nas áreas rurais”, disse o secretário de Estado da Fazenda (SEF/SC), Paulo Eli.

Na próxima semana, o secretário de Estado da Agricultura e Pesca (SAR), Ricardo de Gouvêa, receberá diversos representantes do agronegócio para debater sobre a nova política. Paralelamente, a Fiesc organizará uma agenda com o setor industrial. O primeiro segmento a ser atendido será o têxtil, na próxima quarta-feira, 20.

O professor Luiz Felipe Ferreira, que assumirá como controlador-geral do Estado após a reforma administrativa, salientou que o foco do Governo do Estado será a simplificação. “Temos que achar um ponto de equilíbrio e queremos ouvir a proposta da indústria e demais segmentos”, afirmou. O diretor institucional da Fiesc, Carlos José Kurtz, destacou a importância de promover a sinergia entre os setores público e privado. “Quando o Governo promove o diálogo, amplia a capacidade de acertar”, ponderou.

Participaram também da reunião o presidente da Câmara Tributária da Fiesc, Evair Oenning; e Naiara Augusto, que assumirá como secretária de Integridade e Governança de Santa Catarina.