11/06/2018


“Compre de SC”: governador lança campanha de incentivo ao consumo de produtos catarinenses para estimular economia



O governador Eduardo Pinho Moreira apresentou na tarde desta sexta-feira, 8, o movimento “Compre de SC”, campanha para incentivar a população a consumir produtos catarinenses em todos os setores da economia. “Somos um Estado tão plural e diversificado, temos produtos que agradam a todos os gostos, paladares, uma indústria diversificada e de qualidade, então por que não dar preferência aos produtos catarinenses”, argumentou o governador.

Segundo ele, o consumo estimula toda a cadeia produtiva, valoriza os produtores, ajuda a indústria a gerar mais empregos e acaba retornando à sociedade em serviços de melhor qualidade, já que priorizando os produtos catarinenses, o Estado consegue arrecadar mais impostos. “Se o cidadão compra uma geladeira fabricada em Santa Catarina, o imposto que fica para o Estado é de R$ 300, se compra o mesmo produto de outro estado, fica somente R$ 100”, exemplificou Moreira.

O movimento, de acordo com o governador, além de valorizar e reconhecer o trabalho do povo catarinense tem o objetivo de ajudar a economia se recuperar dos prejuízos causados por 11 dias da paralisação dos caminhoneiros. De acordo com dados apresentados por Eduardo Pinho Moreira, em maio a arrecadação do Estado ficou cerca de R$ 120 milhões abaixo do esperado. “A campanha é para pelo menos minimizar os prejuízos causados pela greve dos caminhoneiros. Ainda vamos levar meses para recuperar o que perdemos”, avaliou o governador.



>>> Mais fotos na galeria

Além do incentivo ao consumo, a partir de agora, o Governo inicia negociações com todos os setores da cadeia produtiva do Estado para estudar mecanismos que aumentem a competitividade dos produtos de Santa Catarina.

Engajamento de entidades

Presentes no lançamento da campanha “Compre de SC”, na residência oficial do governador, representantes de entidades ligadas a indústria, ao comércio, e à imprensa catarinense, confirmaram o engajamento ao movimento do Governo do Estado. “Veio em boa hora e o nosso compromisso é assumir essa bandeira junto com Santa Catarina”, afirmou o presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt.

O presidente da FCDL, Ivan Roberto Tauffer, também reforçou que a causa é de toda a sociedade. “Estaremos ajudando, quem produz, quem gera emprego, quem consome e quem terá, no futuro, os benefícios de um Estado forte e equilibrado”, afirmou.

No lançamento do movimento, os participantes puderam degustar um café da tarde com um cardápio composto apenas de produtos catarinenses. No menu, além de refrigerantes, sucos e frutas, pratos como Bolo de Fubá (farinha de milho processada em tradicional moinho de Pedra, em Criciúma); Bolo de Cenoura (cenouras orgânicas cultivadas em Urubici); Cuca de frutas vermelhas (frutas produzidas na região de Rancho Queimado); Cuca de banana (dos bananais de Massaranduba); Doce de Pinhão (pinhão da Serra catarinense); Empadinha de Frango (aves de corte de granjas da região Oeste); Quiche de linguiça Blumenau e Bolacha de Araruta, com fécula branca e nutritiva produzida na região de Araranguá.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom