13/05/2017


Contas Abertas aprova novo Portal da Transparência


Em reunião com o secretário da ONG, Gil Castelo Branco, equipe do Portal recebeu elogios à nova página


No início da semana a Associação Contas Abertas recebeu equipe técnica de Santa Catarina, que mostrou o novo Portal da Transparência do Governo do Estado. A reformulação da página foi desenvolvida pela Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina.

A ferramenta foi apresentada pela diretora de Contabilidade Geral da Secretaria da Fazenda de Santa Catarina, Graziela Luíza Meincheim, e os contadores Maria Luíza Seemann e Gutemberg Sales. Na oportunidade estava presente o secretário-geral da Contas Abertas, Gil Castello Branco e o analista de sistemas Carlos Blener.

Graziela destacou o objetivo de tornar ainda mais fácil o acesso às informações das diferentes áreas de atuação do Governo do Estado a todo o público interessado, principalmente aos cidadãos catarinenses.

“Tornamos o portal mais compreensível com uma pergunta já na abertura e uma ferramenta que permite a pesquisa por palavra-chave. Esta versão traz recursos gráficos que ajudam o cidadão a compreender as informações e acessar os dados de gastos e receitas em poucos cliques”, salientou.

Para Castello Branco, o novo portal é excelente e será apresentado pela Contas Abertas como um modelo a ser seguido. “Ficou muito legal, pois percebo que é realmente voltado para o cidadão, com uma solução de busca muito atrativa”, avaliou o secretário, que também recebeu dos contadores catarinenses um exemplar do Balanço Geral do Estado 2016.

Histórico

O primeiro Portal da Transparência do Poder Executivo foi lançado em 2010, pouco depois da publicação da Lei da Transparência, que institui a criação dos portais para todos os órgãos públicos. A página se chamava Prestando Contas.

Em 2012, foi lançado um novo, com o nome Portal da Transparência, incluindo opções de consultas e recursos gráficos.

A versão que entrou no ar em fevereiro de 2017 começou a ser desenvolvida em 2015 com a proposta de trazer linguagem e layout mais acessíveis, ou seja, que permitam ao cidadão exercer o direito de acompanhar as contas do governo de forma efetiva.

Outra novidade é que o Portal da Transparência agora é responsivo, ou seja, é um site flexível, que se adapta automaticamente em qualquer dispositivo do usuário (desktop, laptop, tablet). 

*Com informações de Fernanda Rodrigues (Secretaria de Estado da Articulação Nacional)