Adolfo Konder ( Período: 1918 - 1920 )

Natural de Itajaí, SC, em 16.02.1884 filho de Marcos Konder e de D. Adelaide Flores Konder. Fez os estudos primários em Itajaí e no Colégio Santo Antônio, Blumenau (1894). Cursou humanidades no Colégio “Nossa Senhora da Conceição”, São Leopoldo, RS. Bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito de São Paulo (1907). Voltou para Itajaí e redatoriou o Jornal “Novidades”, participando da Campanha Civilista. Transferiu-se para o Rio de Janeiro. Ingressou no Ministério das Relações Exteriores. Nomeado por Hercílio Luz, para exercer o cargo de Secretário de Estado da Fazenda, Viação e Obras Públicas e Agricultura no período de 28.09.1918 a 27.10.1920. Deputado à Câmara dos Deputados, por Santa Catarina, à 11ª legislatura (1924-1926); Governador do Estado (1926-1930). Retornou à vida política, em 1933. Deputado à Assembléia Constituinte Nacional (1935) e à 1ª legislatura (1935-1937), pela Coligação “Por Santa Catarina”. Fundou, em Santa Catarina, com Aristiliano Ramos e Henrique Rupp Júnior, a União Democrática Nacional (1945), que dirigiu. Fundou o jornal “Diário da Tarde” Florianópolis. Faleceu, no Rio de Janeiro, em 24.9.1956, sendo sepultado em Florianópolis, no cemitério da Irmandade do Senhor Jesus dos Passos.