Cândido de Oliveira Ramos ( Período: 1930 - 1932 )

Natural de Lages, SC, a 11.3.1889, filho de Henrique de Oliveira Ramos e de D. Maria Cândida Ramos. Fez os estudos na fazenda de seu pai, com fr. João Crisóstomo Adams ofm. Bacharel em Letras pelo Colégio Nossa Senhora da Conceição, São Leopoldo, RS. Formou-se em medicina pela Faculdade Nacional de Medicina, Rio de Janeiro (1913). Viajou para Paris, a fim de fazer curso de especialização. Rebentando a I Guerra Mundial (agosto de 1914), apresentou-se ao Governo Francês, que o enviou para atender o Exército Sérvio, onde grassava epidemia de tifo. Trabalhou ainda, em Paris e lecionou, também, na Universidade de Paris (Sorbone). Retornou a Lages. Participou da Revolução de 1930.Secretário da Fazenda, Viação, Obras Públicas e Agricultura (28.10.1930-1.11.1932). Deputado à Câmara dos Deputados (1934-1937), eleito pelo Partido Liberal Catarinense. Senador, pelo Estado de Santa Catarina (1935), renunciou o mandato. Dedicou-se então, à pecuária na sua fazenda “São José”, Lages. Condecorado com a “Cruz de Guerra” e a “Legião de Honra”, pelo Governo da França. Faleceu, em Cannes, França, a 23.8.1949. Foi casado com D. Julieta de Oliveira Ramos, de quem não houve descendentes.